A Cerejeira

A flor de cerejeira exalta a beleza feminina, simbolizando o amor, a felicidade, a delicadeza, a renovação e a esperança. A sua florada dura apenas algumas semanas e representa a extrema beleza e rápida morte, a efemeridade da vida.


O Hanami, ou a Festa da Cerejeira, é um costume tradicional da cultura japonesa que significa a contemplação da beleza das flores. O Sakura (cerejeira) é uma das flores mais admiradas na cultura nipônica e anuncia a chegada da Primavera.


Em Itapetininga, o Sakura Matsuri, ou a Festa da Cerejeira, foi oficialmente instituída no calendário oficial do município através do Requerimento 375/94, de 15 de agosto de 1994, sob a autoria do Vereador da época, o Sr. Eduardo Tsukamoto. Através deste documento, ficou instituído o período de segundo domingo do mês de julho como o “Dia da Festa da Cerejeira”. Na Justificativa consta: “A Sakura Matsuri”, ou Festa da Cerejeira, é realizada em todo o mundo. A Sakura é uma flor considerada como símbolo do Japão, a qual, após passar o longo e rigoroso inverno, o povo japonês espera, com tanta ansiedade, a chegada da primavera e o florescer da cerejeira, o que significa a vitalidade, a luz e a felicidade do povo, indo apreciar e admirar a beleza das flores de cerejeira.


O evento da “Sakura Matsuri”, em Itapetininga, é a manifestação do povo nipo-brasileiro para apreciar esse tradicional costume e cultura do Japão respeitando sentimento de cada apreciador no encontro com essa maravilhosa flor, que estão aqui plantadas no Kaikan da Associação Cultural Esportiva de Itapetininga, localizada na Rodovia Raposo Tavares, Km 168.”


Em 8/7/2018, A ACEI - Associação Cultural e Esportiva de Itapetininga realizou a XXV Festa da Cerejeira com sucesso total no Clube Kaikan, celebrando a florada da Cerejeira que marca a chegada da Primavera no Japão e a União da Comunidade Japonesa.


Diversos pratos típicos da culinária japonesa foram oferecidos como: yakisoba, okonomiyaki, sushi, sashimi, tempurá, temaki, yakitori, harumaki, takoyaki, lamen, guioza, doces tradicionais e muitas outras, o evento contou com sorteios de brindes, danças folclóricas e apresentação musical de taiko, artes marciais, karaokê, além do 1º CosFest – Concurso de Cosplay, organizado pelo grupo de RPG Itapetininga
Outro atrativo da Festa foram os bazaristas com seus mais variados produtos, desde artesanatos, flores, plantas ornamentais e orquídeas. 


O público pode apreciar a festa, encantar com as cerejeiras, fazer um piquenique embaixo de uma cerejeira, pois, reza a lenda, que este costume traz sorte para o ano todo.

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing