Adotando e educando

um novo amiguinho:

Como escolher o cãozinho ou gatinho

mais adequado para sua família?

Se você não tem muita disponibilidade de tempo, escolha o bichinho com menos energia. Uma boa opção é adotar um adulto: bagunça menos, pula menos, estraga menos objetos (ou não estraga). Se mora em uma casa com quintal pequeno, adote um animal de pequeno porte.

 

Se for escolher um filhote, uma dica: bata palmas perto da ninhada, o cãozinho que vem na frente é o dominante (um cão dominante não é para qualquer um). 

 

Já defina os limites assim que trouxer seu bichinho para a casa. Ensinar um comportamento desejado é mais fácil do que corrigir um comportamento indesejado. Educar filhotes de espécies diferentes segue regras e ideias simples. A base é a mesma. Indicar o caminho certo, deixar as regras claras, demonstrar com entusiasmo os acertos (recompensa) e corrigir os erros.
Sempre escuto o comentário de que se recompensarmos nossos cães e gatos eles ficarão interesseiros. Todos temos interesses: trabalhamos por amor e pelo salário, nos comportamos para sermos aceitos por um grupo, estudamos para aprender e ganhar notas. Tudo isso são recompensas. É diferente ser interesseiro de ter interesses.

 

Não reforce comportamentos indesejados: se seu cão pular em você, vire-se de costas para ele. Não dê atenção! Quando ele estiver com as quatro patinhas no chão ou sentado, faça carinho. Se seu cão pular, morder, latir e você mandar parar, ele deve parar, se não parar, ao invés de ficar repetindo ‘não’ incessantemente, segure-o no seu colo (parte lateral), sem olhar para ele. Ele vai espernear, tentar sair... Espere que ele se acalme e coloque-o no chão novamente. Esse tipo de castigo deve durar alguns segundos.

 

O lugar onde será o “banheiro” do seu bichinho deve ficar claro para ele desde o início. Após as refeições, deixe-o no “banheiro” dele (quintal, área de serviço) com jornal ou tapete higiênico. Quando ele fizer xixi no lugar certo, faça festinha para ele. Vale molhar o tapete ou jornal com um pouco do xixi dele, já que ele vai utilizar o olfato para saber onde ele deve fazer xixi. Para evitar que ele faça xixi em certos lugares, coloque a caminha ou o comedouro dele nesse lugar. Cães e gatos evitam fazer xixi e cocô nos lugares onde comem e dormem.

 

Mesmo se você optar por contratar um profissional para educar seu cão ou gato, participe das aulas de adestramento. As aulas de adestramento coletivo são uma boa opção pois o tutor participa ativamente da educação de seus animais. Um instrutor (educador/adestrador) ensina e demonstra na prática como os tutores podem ensinar seus bichinhos a obedecerem a comandos e como usar esses comandos para modular comportamentos.

 


 

Vanessa Mendes
15 3272-4260 
15 99722-6350 
15 98184-2572

Face: Educãodário Anjinhos Peludos

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing