Analu e Felipe: 

Amor Gastronômico

O casal foi escolhido para representar os namorados, pela história inusitada que envolve essa linda história de amor.
Ambos são de Itapetininga, mas nunca haviam se encontrado. “Eram turmas diferentes” até que... Durante umas férias, em Santos, se conheceram. Ele 17, ela 14 anos.
Estavam em férias, em reunião familiar, bastante peculiar: o pai de Felipe (o arquiteto Top Álvaro Lima Castro) apaixonado pela mãe de Analu (a esteticista Top Jane Medeiros). Álvaro e Jane estavam iniciando um novo relacionamento e desejavam apresentar os filhos das respectivas primeiras núpcias. Ou seja, apresentarem os ‘meio-irmãos’.
Assim Analu e Felipe se conheceram...
A partir daí, muitas horas de conversa pelo antigo MSN... se deram maravilhosamente bem! Demorou um ano de muitas e incalculáveis horas de conversa até que, 1 ano depois, novamente em Santos, em um réveillon, quando todos da família saíram para ver fogos na praia e os dois ‘optaram’ por ficar cuidando da comida da ceia...
Ali, na cozinha, iniciava o namoro.

A gastronomia está intimamente ligada a esse casal. Ela, partiu para estudar no Paraná, ele foi cursar Gastronomia em São Paulo.
Alertados pelos pais, ambos estavam avisados, de que eram muito jovens... Mas é como a “Cultura da Cozinha: tudo é um processo”...
O namoro seguiu intenso. “Rolou sintonia”. As poucas interrupções eram em função da atividade dele, que foi chef em restaurantes renomados de São Paulo, Águas de São Pedro e Trancoso, na Bahia.
Casaram-se em dezembro de 2013. Logo veio a pequena Marcela, sob uma receita muito bem elaborada: estudo dos tipos de parto e alimentação regradíssima: parto normal e muito amor envolvido. “Ocitocina pura!” - um hormônio produzido pelo corpo, tendo como funções promover as contrações musculares uterinas, reduzir o sangramento durante o parto, estimular a libertação do leite materno e desenvolver apego e empatia entre pessoas....

Trabalho, família e amor: tudo orgânico
Mais que apenas trabalhar com gastronomia, eles têm uma “missão Top de vida”: querem promover o Bem, serem bons para o mundo, alimentar.
Optaram por trabalhar com “alimentos vivos”. Assim nasceu a receita da “A Colhedora”, uma padaria familiar e artesanal. “Fazemos pães de fermentação natural, com tempo e carinho”.
Sempre juntos. Trabalham em conjunto, mas não exatamente lado a lado. Já que cada um ocupa uma posição praticamente oposta da outra. Um lado, ele, é introvertido, reflexivo, estuda, tenta, erra, acerta e leva a sério. O outro, ela, expansiva, conversa, abraça, arrisca e volta atrás.
Elaboram a massa, deixam descansar e dormir; no dia seguinte, o alimento vivo renasce e vai ao forno, pelo tempo certo. Continua vivo! Partilhando alimento, compartilhando amor.

 

Ele diz:
“Se por mil vezes eu nascesse, mil vezes queria estar ao seu lado”.

Ela diz:
“Desde o começo senti que seríamos um casal fora dos padrões de relacionamento... Pra começar, que jamais nos encontraríamos, se não fossem nossos pais apaixonarem-se. 
Foi como reencontrar uma pessoa que passou muito tempo fora, e agora tivessem voltado para dividir outras experiências comigo. Viemos de um berço parecido, mas vivemos polos opostos até nos encontrarmos. Eu cresci no sítio da avó, e ele na cidade de SP.
Ela conhecia o lado A e ele o lado B. . "Costumo dizer que somos o sol e a lua" somos opostos, e nos complementamos. 
Temos papéis distintos na família e no trabalho, lidamos com a diferença no nosso dia a dia, acredito que isso nos transforma em seres humanos tolerantes e mais empáticos. Nossa relação é um aprendizado constante, aprendi a respeitar seus limites e entender os meus próprios”.

Querida Itapê

"Do que fôra a capela de outrora, marco erguido em manhã de ouro-azul, nossos olhos contemplam agora, esta jóia que é a Atenas do sul" - assim começa o Hino de Itapetininga. Outro verso continua com. "Teu valor, tua grandeza presente, que teus filhos, lutando forjaram, é o fruto da opima semente que ...plantaram!"

Odontólogos

Há um sorriso para cada momento. E para essa matéria um especial para homenagear os profissionais que realmente nos deixam de boca aberta.

Querida Mulher

A mulher é vida. Ela dá vida. Ninguém espelha tanto a esperança quanto a mulher, ninguém!

Please reload

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing