Educando com atitudes!!!

por Bruno Ferrari

Quando pensamos em educar filhos, alguns pais têm até arrepios, dada a dificuldade na criação desde o nascimento até a fase adulta. Carregamos os modelos herdados de nossos pais e mesmo de nossos avós, mas esquecemos que esses moldes podem não se encaixar nos dias de hoje. Estudamos diversos modelos, escutamos profissionais, lemos exaustivamente vários livros sobre o tema e conversamos com outros pais na tentativa de entender como realizar tamanha tarefa. Então, o que fazer??
Como Coaching Comportamental tenho apenas uma frase para resumir todas as outras: um exemplo vale mais que mil palavras.


Nós, pais, devemos antes de pensar em educar nossos filhos, educar a nós mesmos, definir nossos comportamentos e como sermos melhores como seres humanos. Sabendo quem somos, podemos começar a transmitir valores e comportamentos adequados e saudáveis aos nossos filhos. Certifique-se que ele está crescendo em um ambiente recheado de bons exemplos e cabe a você definir o que é um bom comportamento.


Diversas pesquisas já comprovaram que somos um espelho para nossos filhos, principalmente quando eles ainda estão na infância e descobrindo o mundo ao seu redor. De nada adianta falarmos uma coisa e fazermos outra, eles seguem nossos exemplos e não nossas palavras.
Atualmente, que pais não se queixam que seus filhos só ficam no celular? Mas, e você? Fica quanto tempo observando o celular na presença de seus filhos? É curioso, não? Quando iniciamos o processo de Coaching é que os pais percebem que seus filhos apenas reproduzem os comportamentos que observam. Será que nós temos o hábito da leitura? Que tal desde pequeno incentivarmos a leitura de livros e brinquedos educativos. No coaching, os pais começam a identificar seus pontos fortes e como potencializar seus relacionamentos com os filhos e verificam seus pontos fracos e possíveis ameaças que possam surgir.


Outros reclamam que seus filhos não se alimentam direito, para depois perceberem que são eles mesmo que alimentam seus filhos com os mesmos alimentos que eles comem. Fica claro nesses dois exemplos a influência que temos no comportamento de nossos filhos.
Na parte emocional, a relação que se estabelece entre pais e filhos será a base da segurança, autoconfiança, autoestima e capacidade que essa criança terá para estabelecer relações ao longo da vida.
Seja você a mudança que tanto quer no mundo!!

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing