A Fisioterapia, profissão da área da saúde regulamentada em 13 de outubro de 1969, ainda é bastante confundida e associada à massagem e ao famoso “choquinho”. Embora estes recursos façam parte da vasta gama de procedimentos e métodos realizados durante um tratamento de reabilitação, a Fisioterapia é rica e vai além.
Apesar do fisioterapeuta atuar sempre no corpo, o paciente é acolhido de forma integral: corpo-mente-espírito. As emoções interferem nas dores físicas e vice-versa, sendo assim, nossas mãos treinadas tecnicamente somam-se à nossa presença terapêutica em prol do melhor para o ser humano que nos procura.


Estamos sempre buscando novas técnicas e métodos de tratamento que estão sendo desenvolvidos e aprimorados, mundialmente. Da França vieram técnicas como o RPG e a Microfisioterapia; da China, a Acupuntura; dos Estados Unidos, a Osteopatia e a Terapia CranioSacral; da Alemanha, o Pilates; da Holanda, a Fisioterapia Uroginecológica e do Brasil, o Bioalinhamento, entre outras terapias manuais. Todos estes métodos continuam fiéis ao conceito de restaurar os movimentos, aliviar as dores, ajustar e alinhar as articulações, promover o bem-estar e a qualidade de vida e conservar a capacidade física do paciente, como define o Coffito sobre o papel do fisioterapeuta. Todos continuam a ser Fisioterapeutas!!! Só que de uma maneira mais abrangente, mais individualizada e, sobretudo, menos mecanizada. Ao contrário e longe de serem considerados modismos, os novos métodos e técnicas têm embasamento científico, são frutos de muitas pesquisas. É a evolução natural de uma Ciência!!


Somos profissionais que reabilitam vidas, amamos fazer isto, por isso não paramos nunca de estudar e nos aprimorar.... mas continuamos Fisioterapeutas!
2018 está chegando ao fim...desejamos que a passagem deste ano renove e revigore em todos nós a esperança de saúde, prosperidade, felicidade e bem-estar.

R. João Evangelista, 826, Centro - Itapetininga/SP
15 3527-3005

©2018 desenvolvido por Gustavo Matheus