A jovem Julia Nery

uma vida dedicada ao jornalismo esportivo

Falar em 'uma vida' para uma jovem de apenas 15 anos de idade, pode parecer muito para quem tem bastante idade. Mas, no caso de Julia Nery, 'toda a sua vida' não deve ser medida em quantidade, mas sim em qualidade, em determinação e em foco que ela dedica ao esporte e ao jornalismo.

 

O resultado disso só poderia ser o Jornalismo Esportivo!
Aluna do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Dom Bosco, Julia divide sua rotina entre estudo para a escola, treinos de handebol e a sua já remunerada atividade de repórter e apresentadora de programa esportivo – o Camisa TVI, transmitido pela TVI.
Tudo começou pelo incentivo do meu pai – professor de Educação Física e corinthiano 'roxo'. Julia herdou as duas paixões do pai. Pratica handebol e já competiu com a equipe de Itapetininga de diversos campeonatos, inclusive aqueles organizados pela LHESP – Liga de Handebol do Estado de São Paulo.

 

O programa Camisa TVI, ela apresenta em parceria com outro apaixonado pelo esporte, 'Toninho da Caixa', com desenvoltura e conhecimentos das regras de diversos esportes, dos atletas de destaque e dos principais campeonatos. Julia começou aos 11 anos de idade, mas já frequentava os estúdios e se ambientava com os cenários e a vida de jornalista.
Sua paixão pelo Corinhians, a levou a assistir ao seu primeiro jogo num estádio de futebol aos 8 meses de vida!

 

Na TV e nas quadras: Com simpatia, enquanto Julia conversa com os convidados do programa, entrevista esportistas ou mesmo autoridade do mundo esportivo, sempre com a mesma desinibição e tranquilidade. “No começo, ficava nervosa... suava a mão”, brica ela. Mas logo se solta e conta dos seus sonhos: “Vou ser Jornalista Esportiva!”

 

A firmeza das suas palavras não deixa dúvida da sua determinação. Na sala de aula, ou entre os amigos, todos reconhecem o seu talento e prazer em estar no estúdio ou numa cobertura 'externa' de algum jogo. Os colegas apoiam. Ela é segura! Firme!
Não há dúvidas de que ela persistirá em seu sonho. Seja repórter de campo, apresentadora em um estúdio ou mesmo comentarista esportiva; o fato é que veremos e ouviremos muito no nome dessa itapetiningana! Logo estará entre os grandes eventos esportivos internacionais.
Quem sabe, já na próxima Copa ou Olimpíadas... É só aguardar, porque a menina é Top!

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing