As coisas já mudaram!

Atualizado: Ago 23

Com esse tom desafiador quero iniciar meu artigo de hoje. Desafiador, sim, porque vejo muitas pessoas se questionando e planejando: ‘quando as coisas voltarem ao normal...’ ‘depois que tudo isso passar....’ ‘logo, logo...’


Mas, vamos lá! As coisas já mudaram! Nada vai voltar a ser como era antes...

Isso vale para todas as relações interpessoais: empresários e colaboradores, professores e alunos, entre os amigos, entre os casais...


Então, que tal pararmos de perguntar ‘quando voltaremos ao normal’? Pararmos de prometer: ‘quando voltarmos ao normal, farei isso e aquilo....’ e começarmos a aceitar e viver o presente?


Não existe isso: vamos viver o normal já! O ‘novo normal’ já chegou.

Mas quero dialogar sobre ser comum esperarmos ‘a volta de como era antes’. É porque temos de medo do novo normal, de encarar as mudanças... temos medo de sair da caixinha da segurança e do automático... E o ‘novo’ sempre nos traz medos, inseguranças, expectativas... medo do desconhecido.


Temos que aprender a viver de hoje em diante.


Já vivemos 5 meses de pandemia, isolamento, distanciamento.... tudo ‘novo’ para nós!!! Novas rotinas, novos negócios, nova maneira de ser e agir...


Somos seres que mudam; seres que se adaptam... em contínuo movimento. Em aprendizado permanente... quebrando e transformando os velhos hábitos em novos...


Mutatis mutandis. Mudando o que tem de ser mudado. Mudando o que pode ser mudado... Mudando agora, hoje e sempre!


Não espere o amanhã... não espere o normal... não espere o passado...


A palavra a ser considerada é resiliência, a arte de aprender a mudar!


Vamos em frente. Enfrente!



Para ouvir, curtir e refletir:

Nada do que foi será

de novo do jeito que já foi um dia

Tudo passa, tudo sempre passará...

"Como uma onda", de Lulu Santos



Vitória Terra Miranda

Comunicóloga e Psicanalista Clínica

WhatsApp: (15) 98119-8145


















©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing