Covid-19: informação é o primeiro remédio!

O Brasil e o mundo passam por um período onde a informação correta é a primeira ferramenta para entender o que está acontecendo e o que podemos/devemos fazer. Fuja das receitas mágicas, orientação de pessoas que não sejam da área da Saúde, comentários de redes sociais.

A Top da Cidade foi conversar com quem entende, de verdade!

A seguir, Dr. Silvio Junior, diretor do Laboratório Paulista, passa algumas explicações importantes. Se tiver mais dúvidas, encaminhe para a Top da Cidade, que encaminharemos para o Dr. Silvio responder.


Conhecendo os tipos de exame para Covid-19

A realização de exames é mais importante do que nunca, pois ajuda a reforçar o isolamento de quem foi contaminado dos indivíduos mais próximos. Isso protege a todos e desacelera o ritmo de transmissão.

Qual exame fazer?

“Conhecer os tipos de exames e saber qual é o mais indicado é muito importante! Porque se ouve muito sobre resultados falsos positivos e falsos negativos”.

Cada organismo responde à doença de uma forma diferente. “Temos que nos atentar para a janela imunológica. Ela é o fator principal na escolha do teste correto, pois depende de qual período/fase da doença o paciente se encontra para realizar o teste mais específico”, explica Dr. Silvio.


Teste Rápido

O mais conhecido é o teste rápido, que é feito a partir da coleta de sangue e que detecta a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a Covid-19. Recomenda-se que ele seja feito a partir do décimo quinto dia do início dos sintomas, quando os anticorpos já são mais detectáveis. O resultado sai no mesmo dia da coleta.

Teste rápido de Antígeno

O teste rápido de Antígeno, também conhecido como teste rápido nasal, é um exame realizado através da coleta feita pelo cotonete, onde se detectam os níveis da proteína Spike da Covid19. Esse exame pode ser realizado a partir do segundo dia de sintomas ou do quarto dia de contato com uma pessoa que testou positivo. O resultado desse exame sai em até 2 horas.


PCR

RT-PCR (Reação em Cadeia da Polimerase), é considerado o padrão-ouro no diagnóstico da COVID-19, cuja confirmação é obtida através da detecção do RNA viral do SARS-CoV-2 na amostra analisada. O PCR é feito através de uma coleta da nasofaringe e uma orofaringe, conhecido popularmente como exame do cotonete. O resultado sai até 5 dias úteis. É recomendado para o diagnóstico em pacientes na fase aguda. O PCR deve ser feito entre o 3° e 5° dias após início dos sintomas para melhor eficácia, mas pode ser detectável até o 7° dia.


Sorologia

A sorologia é o exame capaz de detectar os níveis de anticorpos IgM, IgG e IgA no sangue. Ou seja, o resultado do teste diz se o sistema imunológico produziu os anticorpos contra a doença. Nesse caso, o exame também é realizado a partir da amostra de sangue do paciente. Esse tipo de exame é indicado inclusive para testes em massa nas empresas, comércio e profissionais da saúde para retorno às atividades. São três tipos de exames sorológicos: Elisa: (IgA e/ou IgG), Quimioluminescência (IgG) e Eletroquimioluminescência (Ig Total). O resultado de todos sai em 1 dia útil. Anticorpos IgA, IgM e Ig total começam a ficar positivos a partir de 7 dias do diagnóstico da doença, no entanto, para maior sensibilidade, o recomendado é a partir de 14 dias.


Anticorpos IgG positivam a partir de 3 semanas, visto que é o anticorpo que aparece mais tardiamente.


Teste de neutralização

SARS-COV-2

O teste de neutralização é feito através da coleta de sangue. Recomenda-se a coleta após 15 dias da confirmação da infecção ou 21 dias após 2ª dose da vacina. Este teste é indicado para pessoas que desejam identificar a presença de anticorpos produzidos contra COVID-19. O foco principal desse método é verificar a eficácia pós-vacinação.



Atenção: A importância de fazer o exame do Covid-19!

Todas as pessoas que apresentam sintomas do COVID-19 ou tiveram contato com pessoas positivas devem realizar o exame. Com avanço da pandemia, o diagnóstico em massa seria muito benéfico, mas como não é possível, o ideal é que se pessoa tiver a possibilidade de fazer o teste, além da sua própria proteção, estará protegendo ao próximo, evitando a transmissibilidade e propagação da doença.

Evite aglomerações. Use máscara. Use álcool em gel.







Dr. Silvio Sacchi Júnior

Graduado em Biomedicina pela Unip Sorocaba.

Pós Graduado em Citologia Clínica pela Faculdade Oswaldo Cruz

CRBM-21.020




O Laboratório Paulista da cidade de Itapetininga realiza todos os tipos de exames para detecção do Covid19.

O mais importante é fazer todas as validações necessárias e escolher testes aprovados pela Vigilância Sanitária.

Posts recentes

Ver tudo

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing