Dormir para aprender

Você sabia que dormir ajuda no aprendizado?


O sono, além de ter a função de renovar e conservar a energia, atua também para o processamento da memória.


Quantas vezes ouvimos que uma boa noite de sono é importante para ter um bom rendimento escolar, para ir bem na prova ou para ter um bom dia de serviço?


Você sabia que quando aprendemos algo novo a informação é retida com maior facilidade se tirarmos uma soneca logo em seguida?


A criatividade também é influenciada pela qualidade do sono e é durante o último estágio dele que ocorre essa incrível viagem pela mente. Quando se tem uma boa noite de sono, atingimos o estágio final, o que chamamos de sono REM, que está diretamente ligado à aquisição da memória.


Por isso se faz necessário que se tenha um sono de qualidade.


Em minhas orientações clínicas e escolares sempre oriento os pais a garantirem que as crianças e adolescentes, principalmente em idade escolar tenham noites de bom descanso, que durmam bem, em horários adequados, ambientes e tempo necessário para a boa recarga de energia e a consolidação do aprendizado.


Percebo claramente em minha atuação que poucas famílias prezam pela qualidade do sono de seus filhos. O hábito de dormir muito tarde, a falta de rotina para o horário do sono, dormir com muita luz e informações tecnológicas ao adormecer... tudo isso prejudica muito a qualidade do sono e, por consequência, a capacidade de memorizar e consolidar tudo o que foi aprendido durante o dia.


Geralmente não percebemos o impacto do sono em nossa vida cotidiana, além do óbvio e necessário descanso, ele é grande aliado em nossa qualidade de vida.


Portanto, se faz necessário usufruir dos benefícios de uma boa noite de sono a favor de nossa saúde física e mental.


Paula Silvestre: Psicopedagoga Clínica

por Paula Silvestre

Psicopedagoga Clínica






















©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing