Doze meses rosas

Atualizado: Out 23

Poderíamos começar com um “janeiro rosa” para as meninas? Cuidados de higiene, puberdade e primeira visita ao ginecologista.


“Fevereiro e o março rosas”, a adolescência merece mais tempo: hormônios, menstruação, educação sexual. Temos muitas gestações nesta fase, infeções sexualmente transmissíveis crescendo em jovens...


“Abril”, Planejamento Reprodutivo. Adiamento da maternidade e congelamento de óvulos.


“Maio rosa”, gestantes. Sabiam que saúde física, mental e maternidade podem conviver muito bem?


“Junho”, tentantes: as que ouvem para “esperar que uma hora engravida”, que choram após um exame negativo. Não tenham medo: a Reprodução Humana ajuda realizar o sonho!


“Julho rosa”, contracepção: não há um método que seja bom para todas as mulheres, mas cada uma merece um método individualizado.


“Agosto”, climatério: calorões, insônia, baixa libido. Não precisamos sofrer: há tratamentos para ajudar.


“Setembro”, terceira idade: osteoporose e atividade física.


“Outubro rosa” e câncer de mama: a importância da mamografia a partir dos quarenta anos.


Topam colorir o ano inteiro?


Dra. Areana Mendonça

Especialista em Ginecologia endócrina e reprodução humana




©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing