Escolas particulares de Itapetininga reúnem-se para compartilhar experiências

Atualizado: Out 22



Em uma iniciativa moderna e responsável, os dirigentes das escolas particulares têm se reunido para compartilhar experiências e sugestões diante das novas situações que surgiram com a pandemia.


A iniciativa partiu de um diretor, que chamou outro e mais outro... até que todas as escolas particulares estavam convidadas a participar de uma roda de conversa virtual.


Em postura amadurecida, todos concordaram de imediato. Das primeiras reuniões online, surgiram dois encontros presenciais - um no auditório da Prefeitura e outro no Anglo.


A ideia é que, juntos, estão lutando para superar os desafios do momento com responsabilidade e comprometimento com a segurança de alunos, professores e colaboradores das escolas.


Discutem temas -e problemas- comuns a todos, como o retorno seguro às aulas, como lidar com os protocolos de segurança, enfim, uma ajuda mútua, onde todos trocam suas impressões e sugestões para solução dos novos fatos.


Existe a expectativa de que as reuniões prossigam após o período de pandemia, mas a iniciativa já demonstrou a postura dos dirigentes, em busca de união e postura colaborativa.


Estão participando das rodas de conversa, que acontecem semanalmente, representantes das escolas: Anglo Itapetininga, CEI Itapê, Centro Infantil Bem Me Quer Itapetininga, Colégio Alpis Veredas, Colégio Babylandia, Colégio COC Itapetininga, Colégio Dom Bosco de Itapetininga, Colégio Eco Ville, Colégio Formas Educação Infantil, Colégio Rainha dos Anjos, Colégio Santa Maria, Colégio Universitário, Escola Infantil Anjinho Sapeca, Escola Waldorf Casa do Bosque, Instituto Imaculada Conceição de Itapetininga, Objetivo Itapetininga e Tic Tac/Colégio Horas.


É um efeito colateral positivo da pandemia...




©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing