Não estou ouvindo, e agora?

A surdez ou deficiência auditiva são as alterações mais comuns que acometem o indivíduo em qualquer etapa da vida, impactando significativamente o desempenho das atividades sociais.


O médico otorrinolaringologista é o responsável pelo diagnóstico da surdez. Geralmente o paciente chega ao consultório e costuma relatar alguma dificuldade, como por exemplo: "ouço o que as pessoas dizem, mas não entendo" ou "minha família diz que escuto a TV em um volume muito alto e não escuto quando chamam" ou ainda “tenho um barulho insuportável no ouvido”.


Com isso, o médico otorrinolaringologista analisa diversos pontos, como a história do paciente, o histórico familiar, quando percebeu a deficiência auditiva, se esteve exposto a barulho, investigação do histórico clínico (por ex., diabetes), medicamentos de uso contínuo, etc...


Exames complementares são necessários para avaliar a audição, sendo a audiometria um dos mais importantes.


A audiometria tonal é realizada pelo fonoaudiólogo devidamente habilitado. É um exame que não causa nenhum incômodo (indolor) e rápido, com duração de aproximadamente 40 minutos. Seu objetivo é avaliar a função auditiva do paciente, sendo possível detectar informações como o tipo e grau da perda auditiva.


A audiometria vocal avalia a capacidade de compreensão da voz humana. Durante o teste, o paciente demonstra sua percepção e compreensão da voz humana emitida pelo especialista.


Em crianças pequenas, os exames passam por adaptações. O especialista pode usar objetos lúdicos e brinquedos para que a interação seja mais adequada durante os testes.


O QUE ACONTECE QUANDO A SURDEZ É DIAGNOSTICADA?


Com uma perda auditiva diagnosticada, se houver indicação, o uso dos aparelhos auditivos se torna uma solução.


Pesquisas apontam que com o uso de aparelhos auditivos, houve impacto positivo na capacidade de comunicação, na vida social, participação em atividades de grupo e relacionamento com familiares, como também na saúde mental e física, aumentando a sensação de segurança.


Fica um ALERTA: aos primeiros sinais de dificuldade auditiva, não espere para buscar ajuda.


A perda auditiva faz com que as habilidades de distinguir sons sejam prejudicadas e a reabilitação mais demorada.


É importante saber as causas da surdez para entender como tratar os problemas. É fundamental o conhecimento e acompanhamento de profissionais habilitados.


QUEREMOS SABER MAIS DE VOCÊ


Você já passou por alguma experiência assim? Sente que não tem escutado direito? Ou então, já foi diagnosticado com surdez?


O que falta para ter seu aparelho auditivo e passar a ter qualidade de vida?


Nós queremos ajudar você a voltar a ouvir bem. Afinal, aqui na Ouvitec, Felicidade é Poder Ouvir!!!!



Fga. Esp. Kascia Mendonça

Responsável Técnica pela Ouvitec




.














©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing