Simone Marquetto

Fé, Exigência e Dedicação!



Num intervalo de uma agenda com dezenas de compromissos, batemos um papo com a prefeita reeleita de Itapetininga, Simone Marquetto.

Numa entrevista descontraída, a primeira prefeita mulher reeleita com maior número de votos da história de Itapetininga fala um pouco de seu dia-a-dia como mãe, esposa e filha, de sua fé e consagração à Nossa Senhora e de sua determinação numa rotina à frente do Executivo que exige muita disciplina e disposição.

Simone começa agradecendo ao carinho da equipe da Revista Top da Cidade e a todos os leitores.

Ao lado da família, a prefeita confessa que acha meio complicado falar de si mesma, mas abre um sorriso e imediatamente diz: - “Vamos lá”.

A conversa logo revela um perfil menos conhecido da mulher que se multiplica todos os dias nos mais diversos papéis. Simone explica que, naturalmente, seu cargo exige uma dedicação integral, mas enfatiza o empoderamento feminino nas questões cotidianas e a forma criativa com que a mulher administra seus vários “eus” em todas as situações.

“Nós, mulheres, já temos naturalmente, uma liderança nata. Somos mães, profissionais, donas de casa, muitas vezes arrimos de família e, desde muito cedo, nos vemos comprometidas com todos esses papéis sociais. Essa diversidade nos enriquece diariamente com experiências que vão desde a gestão financeira dos lares às questões como educação e saúde”.

O dia da prefeita começa cedo. Geralmente sua programação diária tem início às 6 horas da manhã. A agenda é uma ferramenta essencial. É nela que é feito o planejamento para que tudo aconteça da forma mais correta e organizada.

“Sou uma mulher que exige muito de mim. Sempre faço uma autocrítica, uma autorreflexão e quero melhorar sempre. Ao mesmo tempo, eu sempre tento fazer o máximo. Sou cristã e meu dia-a-dia é pautado no imenso amor e fé que tenho a Deus. Eu sou uma serva Dele, uma filha de Deus”, destaca.

Ainda sobre a religião, segurando o crucifixo que sempre traz ao pescoço, Simone revela sua devoção à Nossa Senhora e explica como Deus tem o poder de transformar nossas vidas.

“Eu sou uma mulher consagrada à Nossa Senhora. Respeito todas as religiões. Governo para a cidade toda, mas tenho Maria como um exemplo de mãe, de mulher. Vejo Nela, o quanto foi humana, singela e humilde. Deixava as coisas de Deus sempre refletirem.

Nós precisamos mais de Deus em nossas vidas, em nossas famílias. Eu passo isso muito para a minha família e quero estender isso para as famílias de Itapetininga. A gente precisa reconhecer Deus em todas as coisas. E quando a gente reconhece Deus e clama por Ele, as coisas acontecem de uma forma mais fácil. Ele nos livra de muitos males”.

Neste ponto da entrevista a prefeita faz uma pausa e respira fundo. Visivelmente emocionada, ela busca palavras para descrever algo. Uma espera de alguns segundos até que ela começa a contar sua chegada ao Paço Municipal no dia seguinte à eleição.

“Ao chegar no Paço Municipal, na segunda-feira, após as eleições, fui recebida pelos funcionários públicos com tanto amor, com tanto carinho, que nem sei como descrever. A emoção tomou conta de mim e, naquele momento, me coloquei de joelhos em gratidão a Deus e cada um deles pelo gesto de carinho. Aquele momento está eternizado em minha memória e em meu coração. Isso é o resultado de um voto de confiança. Isso representa que foi plantada uma semente de amor e de esperança. Não há maior emoção do que isso. E a esperança é Deus à frente de tudo”.

Com relação à família, Simone destaca o apoio de todos e o quanto, muitas vezes, teve que abdicar de momentos em nome da dedicação ao compromisso assumido.

“Minha família é meu alicerce. Meu carinho eterno também aos meus pais, que são a base de tudo. Diariamente, peço as bênçãos deles para que eu comece mais um dia com garra e determinação. Não governo sozinha. Eles me apoiam, estão comigo e entendem meu horário. Acordo cedo, chego tarde, viajo, fico dias, às vezes, sem encontrá-los pessoalmente, mas a gente está sempre conversando. Eu sei que sentem minha falta. Deixam de fazer muita coisa por mim. Nós temos que ser exemplo para tudo. Minha filha, por exemplo, em seu último aniversário, me pediu de presente, unicamente, que eu passasse o dia todo com ela. Foi um dia maravilhoso”.

Perguntada sobre a relação de identificação que envolve sua gestão à frente de Itapetininga, a prefeita reeleita mais uma vez enfatiza o amor e a fé que conduzem seu trabalho e que lhes dão a força necessária para a concretização de suas propostas.

“Itapetininga está coberta de orações. A gente tem colocado muito a nossa cidade em oração. Eu tenho até reunião na minha casa e testemunho para o meu marido e para meus filhos as coisas do dia-a-dia da cidade. Ensino que eles têm que amar a cidade que a gente governa.

Vale a pena mostrar valores, vale a pena participar da vida das pessoas. Um pouco do que a gente faz, transforma algumas pessoas.

Me vejo uma mulher que quer mostrar para Itapetininga em primeiro lugar o quanto Deus é maravilhoso. O quanto deve ser ressaltado.

Eu quero levar fé, alegria e harmonia. Quero o melhor para Itapetininga.

Sou uma mãe exigente. Sou uma mulher exigente e sou uma prefeita exigente e dedicada. Se eu fosse resumir Simone Marquetto em três palavras, eu colocaria: Fé, Exigência e Dedicação”, afirmou a prefeita.



Simone Marquetto:

mãe, esposa, sogra, filha, irmã,

devota, amiga e prefeita!

Múltiplas forças em uma mulher.


Foto com família: marido Wellington,

o filho Riad com a namorada

Paula e a linda Manuelli





Posts recentes

Ver tudo

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing