Vamos trazer à memória aquilo que nos dá esperança

Atualizado: Abr 23


Façamos nossas as palavras de Jeremias, quando, em meio a uma calamidade de sua nação, disse: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança” (Lamentações 3.21).


A vitória da esperança não consiste apenas em vencer. A vitória da esperança é não se cansar.

A perseverança é uma atitude que agrada a Deus. Infelizmente a grande maioria das pessoas desiste rápido demais.


O professor e palestrante Mário Sérgio Cortella diz o seguinte sobre esperança: “Nossa esperança tem que vir do verbo esperançar” e não apenas de esperar.

O motor da nossa alma é a esperança.


Conta-se que uma certa menina tinha um lindo cãozinho de estimação. Ela devotava-lhe muito carinho e atenção. Todos os dias, ao cair da tarde, ficava na varanda de sua casa, olhando seu cãozinho brincar. Certo dia, ao voltar da escola, percebeu um movimento intenso e algo estranho no ar...


- O que houve? Perguntou à sua mãe. O cãozinho morrera, um carro o atropelou e o matou. Que tragédia, para aquela menina! Após uns dias isolada no quarto, curtindo sua tristeza, ela passou a adotar um comportamento estranho.


Todos os dias, ao cair da tarde, ficava na janela do seu quarto, olhando para o portão da casa, numa ingênua ilusão, esperando ver seu cãozinho voltar. Assim ficou por muitos dias.


Até que, seu pai com o coração partido por ver a filha assim, tomou-a nos braços e disse: - Filha, lá em nosso jardim nasceu uma linda flor. Venha, mude de janela!


Que Deus nos encha de esperança nesses dias difíceis que estamos atravessando.



Pra. Solange e Pr. José Jorge de Lima, da 1ª Igreja do Evangelho Quadrangular.



©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing