Quase um sussurro 

por Prof. José Fama Dias 

Meia dúzia de salas de aula, um murmúrio tênue, quase um sussurro se comparado aos dias atuais; esse era o Instituto Itapetiningano de Ensino Superior – IIES de treze anos atrás, quando eu comecei a lecionar nesta nobre instituição de ensino superior. Na época o IIES mantinha os Cursos de Administração, Direito e Turismo e ainda era quase um desconhecido aqui na cidade de Itapetininga.

 

Quem era o IIES, qual a relação que ele tinha com o Colégio Objetivo, quem era esse novato que brotava lá pelos lados do Clube dos Bancários, aqui em Itapetininga? Chegou muito de mansinho, como já disse, quase sussurrando e deixou algumas perguntas no ar. Será que vinha para ficar? Será que tinha tarimba para se estabelecer no mercado, se desenvolver e quem sabe, até, ficar? Será que algo que estava começando tão pequeno, com um alunado bem ralo, tinha competência para se firmar, afirmar e, repetindo, ficar?

 

Pois acreditem, chegou sussurrando, quase sem ouvirmos o seu cumprimento inicial, chegou muito pequeno, mas com uma vontade muito grande e, acreditem, ficou. Ficou somente porque vinha acompanhado de uma estrutura consistente, por que tinha por trás um grupo extremamente forte que era a UNIP? Ficou somente por que nasceu próximo de um bairro nobre de Itapetininga e assim mereceu todo o respeito e a consideração de seus vizinhos do entorno? Ficou por que tinham muito dinheiro para investir e assim, veio para fazer a diferença? Ficou por que tinha que ficar mesmo, porque o Brasil é um país ainda carente de educação básica em todos os seus níveis e muito mais ainda na educação superior?

 

Acreditamos que ficou por tudo isso e muito mais. Veio quase sussurrando, se juntou, se arrumou e por incrível que possa parecer, acabou fincando raízes e ficou; acabou chegando e fazendo toda a diferença, não somente na cidade de Itapetininga, mas também em toda a região sudoeste do Estado de São Paulo; também, tão carente de um ensino superior de qualidade. Ficou por que aglutinou pessoas da própria cidade de Itapetininga e da região, pessoas essas que chegaram, quase sussurrando, mas com uma energia enorme e todas, repetindo, imbuídas de muita garra, muita determinação, muita força de vontade e, acima de tudo, muito AMOR. Ficou porque entre alunos, funcionários, professores, coordenadores e diretores, havia e ainda há, uma sinergia muito grande, uma sinergia que dificilmente alguém conseguirá esfacelar, que é a sinergia do querer vencer, a sinergia do juntos venceremos e, acima de tudo, a sinergia de todos nós, todos juntos, somos e seremos capazes de lutar para um bem comum, dar e ao mesmo tempo receber uma educação de qualidade, uma educação digna dos maiores e melhores centros universitários do mundo, aqueles tão comumente conhecidos ou mesmo chamados de Ilhas de Conhecimento.


Por isso, aliás, por tudo isso e mais um pouco é que hoje já contamos com mais de um mil e quinhentos alunos, somos pioneiros em muitos cursos na cidade e mesmo na região e somos reconhecidos, também, como o melhor. Aquele Instituto que se preocupa primeiramente com o mundo a sua volta e a partir daí acolhe o seu alunado, proporcionando a eles não somente uma formação superior, mas a sua formação plena, a sua formação como um todo. Enxergando o aluno e analisando-o desde o seu início, desde o momento da sua chegada; como um futuro profissional que irá fazer muita diferença no mercado de trabalho, preparando-o não somente para a vida profissional, mas sim, como um todo, preparando-o e não somente formatando-o; construindo-o para a vida. Construindo aquele ser pensante, aquele capital intelectual que irá fazer, com certeza, diferença neste mundo, chamado século XXI.


Muito mais de meia dúzia de salas de aula, blocos novos, muito vai e vem e no meio de tudo isso, uma população, como já disse, de mais de um mil e quinhentas pessoas que circulam diariamente em nossos corredores, todos com algo em comum, estão sempre sussurrando, pois como sempre ouvimos, sussurram para que o conhecimento não se assuste e assim fique se perpetuando na alma de cada um.
Hoje, funcionando a todo vapor, o IIES mantém ativo os Cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Estética e Cosmética, Farmácia, Fisioterapia e Gestão de Recursos Humanos e mais recentemente foi aprovado, pelo MEC, a abertura do Curso de Biomedicina. 


Por isso é que dizemos, este é o nosso Instituto Itapetiningano de Ensino Superior, este é o IIES; e é por isso, também, que sempre voltamos a afirmar, temos muito orgulho de você!

©2020 desenvolvido por Commark Comunicação e Marketing