Oespetáculo A Margem do Rio, resultado do processo de criação desenvolvido pela turma do Módulo Múltiplas Linguagens do Núcleo de Artes Cênicas do SESI-SP, apresenta as desventuras familiares e individuais das pessoas tendo como ponto central a falta de comunicação. A peça acontece no SESI Itapetininga, 22, 23, 24 e 25 de novembro, quinta, sexta e sábado, às 20h e domingo, 19h. 

 

Numa fazenda no interior de Minas, à beira do rio Grande, reside a família do velho Zé Caetano e sua esposa, Rita, cujos filhos apresentam diferentes aspirações perante a vida. Ambientada no final da década de 1940, A Margem do Rio discute as decisões de “seguir o curso do rio ou viver sempre a sua margem”, enraizado em suas convicções e medos; retrata a ausência do diálogo que, com a recusa de compreensão, deflagra ódios, traições, rancores e preconceitos.
Sob direção de Milton Cardoso, a peça está dentro da programação do Cena Livre, temporada de espetáculos dos NACs que traz, este ano, o tema Zona de Conflito.

 

Cena Livre 2018
Todos os anos, em novembro, ao fim do Módulo Múltiplas Linguagens do NAC, os alunos apresentam os espetáculos inéditos, idealizados e produzidos com direção e mediação de seus orientadores de artes cênicas. Gratuitas e abertas ao público, as apresentações das peças fazem parte do processo formativo do curso livre anual, não profissionalizante.
Para convergência dos conteúdos, a cada ano, um tema central norteia a pesquisa dos NACs, respeitando as características e os interesses de cada grupo, possibilitando torná-lo mais abrangente. Nesta edição de 2018, o tema escolhido foi Zona de Conflito, baseada em obras dramatúrgicas da literatura latino-americana.

SESI ITAPETININGA APRESENTA 
ESPETÁCULO  INÉDITO DO NÚCLEO
DE ARTES CÊNICAS DO SESI-SP 

©2018 desenvolvido por Gustavo Matheus