O fato é: quem vende é o vendedor!

É incrível, mas é real. Muitos que me conhecem sabem que, em minha atividade profissional, atendo alguns empresários com Consultoria em Comunicação.
Entre as principais dúvidas, estão “onde a Comunicação dá melhor resultado”?
As redes sociais / mídias digitais parecem encantar os empresários. A mídia eletrônica tradicional (TV) parece perder o encanto. A mídia impressa resiste pela eternização de seu conteúdo e de sua qualidade.
Enfim, costumo orientar a pensar no público-alvo, nos hábitos de comportamento, em quais mídias agregam valor... enfim, não há regra válida para todas as empresas de todos os segmentos, mas é preciso ter uma estratégia, um plano de ação e eu ensino a fazer um planejamento de investimento ao longo do ano.

 

De toda forma, a publicidade, o anúncio, o banner no Face/Insta, enfim, “o anúncio não vende; quem vende é o vendedor”!
Com o desenvolvimento da tecnologia, esse 'vendedor' pode ser o atendente de telemarketing, a telefonista, o balconista, o porteiro, o gerente, o dono.... até mesmo aquele que tem o crachá de “vendedor”. Na verdade, são todos!

 

Algumas empresas patrocinam impulsionamento nas redes sociais, mas não têm quem responda às mensagens! Investem em um site bonito, mas não respondem às mensagens.... Outros, não colocam pessoas treinadas para atender telefone... Alguns 'vendedores', sequer conhecem os próprios produtos que têm na loja para vender! É incrível como esses empresários reclamam da “crise”...

Mídia = 'meio'; existem inúmeros “meios de comunicação”. Estude o perfil do seu cliente. Qual o 'meio' de atingi-lo. Um carro de som 'berrando' na sua rua é um 'meio de comunicação' que agrega valor à sua empresa? Um panfleto jogado na porta da sua casa agrega valor à empresa?
Não confunda popularidade, com prestígio.
Prestígio, é sucesso!
O que você quer para a sua empresa?

©2018 desenvolvido por Gustavo Matheus